2° B – TRANSFORMANDO A CONSCIÊNCIA

A turma da transformação

O 2°ano B, da professora Shelley Ceccato, decidiu, no início do ano, trabalhar com o tema da transformação.

“As crianças perceberam que tudo poderia se encaixar com o tema da transformação: o corpo se transforma, as nossas ideias se transformam, assim como os valores e sonhos se transformam. É um projeto amplo no qual tentamos abarcar vários temas e levá-los à discussão com os alunos”, afirma a professora.

O que aconteceu no dia em que nasci?

Ao longo do percurso, uma atividade levou os alunos ao arquivo do Jornal Diário Catarinense da Biblioteca Pública do Estado, para pesquisar sobre os acontecimentos do dia em que cada um nasceu, com o intuito de resgatar as principais notícias no dia do nascimento de cada aluno.

Estamos trabalhando a noção de tempo, o que acontecia no mundo 7 ou 8 anos atrás. O que mudou de lá para cá? A ideia é depois montarmos um painel sobre esses temas presentes na capa do jornal de cada um e comparar com as notícias atuais”, explica Shelley.

Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer os diferentes setores da Biblioteca Pública, entre eles o setor de arquivo dos jornais mais antigos do estado e o acervo de livros clássicos em braile. Inclusive, a bibliotecária Eliane Cipriani mostrou a eles alguns exemplares dos jornais mais antigos da cidade, como “O moleque”, de 1885, escrito e ilustrado em nanquim por Othon Gama D´Eça e Cruz e Souza.  A bibliotecária chamou a atenção dos alunos para o fato de que a maioria desses jornais já foram digitalizados e podem ser consultados por todos os interessados.

No Setor de Braile, Cipriani ensinou-lhes os princípios básicos para leitura desse sistema.  “Sugeri que os alunos fechassem os olhos e tateassem os livros de literatura em braile para tentar compreender como seria ler caso eles não tivessem a visão”, afirmou ela.

Ao final do passeio, a Turma da Transformação ainda pôde se divertir com a animada contadora de história Dona Cida, que atualmente é membro da Academia Catarinense de Histórias.

É melhor ler um livro do que assistir a um desenho animado”, afirmou a aluna do 2°ano B, da Escola da Ilha, Júlia Rafaela Ramos Segundo, durante o passeio à Biblioteca Pública do Estado (veja mais fotos da visita na galeria).

Além disso, os alunos fizeram um trabalho comparando alguns fatos da época em que nasceram com os mesmos fatos no dia de hoje. A exposição ficou exposta nos corredores da Escola em Agosto.

O dia T

Para que a turma conseguisse tratar a infinidade de temas ligados à transformação, foi criado o dia “T”, que ocorre quinzenalmente. Na Escola da Ilha, já ocorreram alguns dias “T”: o dia da profissão, quando cada aluno se caracterizou com a roupa do profissional que deseja ser no futuro; o dia da comunicação, no qual as crianças visitaram os estúdios de rádio e de televisão da TVBV e se fantasiaram de personagens da TV; o dia do conto de fadas, ocasião em que leram o livro “Diário de um imigrante”, de Inês Almeida”, trazido pela aluna Vitória Canela após sua estada em Portugal, sendo que nesse dia debateu-se sobre as diferentes maneiras de interpretar as histórias; o dia em que os alunos substituíram o uso dos brinquedos tecnológicos por brinquedos à moda antiga, os quais foram  expostos no Encontrão deste ano e serviram para aproximar os pais com os brinquedos que eles conheceram ou tiveram na infância; o dia da culinária, em que cada grupo criou a sua própria receita de comida saudável; e muitos outros dias “T” da transformação.

O que você mais gostou?

A aluna Amelie Ferreira aponta o dia da transformação que ela mais gostou: “Foi aquele em vim vestida de ginasta olímpica, pois adoro essa modalidade e sonho em ser uma atleta dessa área”. Já Luís Pereira conta que o dia em que tiveram aula sobre a importância da alimentação saudável foi o mais interessante na opinião dele: “Aprendi que várias comidas têm excesso de óleo e açúcar e fazem mal para a saúde, e que para gostarmos de um novo sabor, precisamos prová-lo diversas vezes”, revela. Seu colega de turma, Bruno Burigo curtiu o dia em que foi vestido como o famoso jogador de futebol Cristiano Ronaldo: “É importante saber que, para ser campeão, o atleta precisa ter disciplina e ser saudável”, afirma.

Comentários