Programa e disciplinas

Quando ingressam no 1º ano, aos 6 anos de idade, muitos alunos não sabem ler, ou estão apenas descobrindo o mundo da escrita. Eles ainda carecem de autonomia para muitas tarefas, ainda tem progressos a fazer em matéria de motricidade e habilidades motoras, necessitam de uma atenção por parte dos educadores bastante carregada de afetividade.

Segundo Piaget, trata-se de um momento importantíssimo no desenvolvimento da criança, já que dos 7 aos 11 anos (período operatório), a criança começa a realizar as operações formais (na linguagem, no pensamento lógico e matemático) que vão progressivamente construindo sua capacidade de abstração.

Nesses anos iniciais, os estudos devem portanto estar baseados em atividades e experiências concretas, na observação do mundo real, na manipulação de objetos. A linguagem ainda está em intensa construção, sobretudo com a descoberta do mundo dos símbolos e das regras da linguagem escrita. Ainda há habilidades básicas a adquirir ou a consolidar, como a seriação (a ordem dos objetos), a quantificação, a classificação (separar objetos por algum critério), fundamentais para o desenvolvimento do pensamento lógico e matemático.

Até o 3º ano, os alunos ainda tem necessidade de uma professora regente, ponto de referência e fator de segurança para a organização da sua vida na Escola. Além das atividades por ela desenvolvidas, os alunos começam a ter contato com outros professores, pois tem aulas de filosofia, educação física, inlgês, artes plásticas e música.

À medida em que vão ganhando autonomia e avançando no Ensino Fundamental, os alunos vão descobrindo as várias áreas de conhecimento, as disciplinas vão se multiplicando, os professores idem. No 4º ano do Fundamental, os alunos passam a ter vários professores, em número que aumenta progressivamente até o final do fundamental. As disciplinas vão sendo individualizadas: matemática, ciências, língua portuguesa, integração social (história e geografia).

A partir do 6º ano, as disciplinas de história e geografia substituem a integração social e a música é substituída pela disciplina de teatro, importante para a afirmação da personalidade dos alunos que ingressam na puberdade e vivem os conflitos dessa fase de intensas mudanças físicas e psíquicas.

No 8º ano, os alunos podem optar pelo espanhol em língua estrangeira. Em artes, disponibilizamos três disciplinas opcionais: artes plásticas, teatro e cinema. No 9º ano, a disciplina de ciências se subdivide em física e química.