, ,

cineroiroi

, , , , , , , ,

O MUNDO NAS MÃOS DOS ALUNOS: UMA SIMULAÇÃO QUE VALE MUITO

– Querem ter o mundo nas suas mãos?
– QUEREMOS!
É o que responderam os 30 alunos da Escola a respeito do SIEM, evento no qual os alunos simulam as assembleias gerais da ONU, da União Européia e da OEA. Para participar, tiveram que estudar, estudar, estudar…, elaborar estratégias, afinar a argumentação e a oratória.

, , , , , , ,

O 7° ANO E A LEITURA DRAMÁTICA DA MEGERA DOMADA

Falas cortadas, palavras substituídas, apresentação, estes foram alguns dos  desafios lançados pela professora de Português Juliana Rabello para os alunos do 7° ano, que foram avaliados por meio de uma leitura dramática da adaptação de Walcyr Carrasco do livro Megera Domada, de 1596, de Willian Shakespeare.

, , , , , ,

3° B VISITA O CENTRO HISTÓRICO

A turma do 3° B está aprendendo a história dos primeiros europeus que desembarcaram em Florianópolis no início da colonização. E para se aprofundarem no tema, os alunos da professora Mina Martins percorreram os pontos históricos do centro da capital junto com o guia de turismo Rodrigo Stüpp, idealizador do Guia do Manezinho.

, , , , , ,

O 4° ANO E OS SABERES INDÍGENAS

A turma do 4° ano foi ao Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC (MArquE) para visitar a exposição Tecendo Saberes pelos Caminhos Guarani, Kaingang, Laklãnõ-Xokleng, que teve curadoria dos próprios representantes desses povos.

, , , , , , , , , ,

6° ANO E OS POVOS DO LITORAL CATARINENSE

Visualizar o conteúdo estudado em sala de aula sobre os primeiros povoamentos do litoral catarinense: para isso, fomos com o 6º ano ao Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC (MArquE).”, explica a professora de História da Escola da Ilha Gabriela Pohlmann. O Museu apresenta sítios pré-coloniais e pós-coloniais das populações guarani e jê, suas escrituras rupestres, oficinas líticas, urnas funerárias e diferentes tipos de artefatos e adornos.