, ,

cineroiroi

, , , , , , , , , ,

Representar e receber vaias, como em 1922: a 2ª do EM e a semana de arte moderna

Reviver o movimento que mudou para sempre nossa cultura e nossa arte: esta foi a tarefa dos alunos da 2ª série do EM sobre a semana de arte moderna de 1922, que eles estudaram em literatura, história e filosofia

, , , , , , , , , ,

História, cultura e meio ambiente: 8º ano viaja a Curitiba

História, cultura, artes, ecologia… e um pouco de turismo e diversão. Este pode ser o resumo da viagem realizada pelos alunos do 8º ano a Curitiba, em agosto deste ano. Para saber mais sobre a viagem, publicamos o relato da professora Luana Pavesi Pera.

 

 

, , , , , , ,

Uirapuru, curupira e desmatamento: o 2º A descobre a Amazônia

O uirapuru existe e dizem que, quando ele canta, todos os animais se calam. Já o Curupira, é lenda. A maniçoba é um prato local feito da folha de mandioca, que tem que ser cozida durante dias para perder seu veneno. As crianças brincam no rio. E o desmatamento é uma ameaça real para os animais e os humanos. Estes são alguns dos aprendizados da turma dos Guardiões da Amazônia, 2º ano A do fundamental. Desde o início do ano, eles estudam a Amazônia sob vários aspectos e compartilharam alguns destes conhecimentos com seus colegas, no Encontrão, em julho.

 

 

, , , , ,

10 SÉCULOS EM 5 MINUTOS: o 7º ano e a Idade Média

Falar sobre os 10 séculos da idade média em menos de 5 minutos. Este foi o desafio lançado para as turmas do 7º ano. Cada grupo devia escolher um dos aspectos deste período – que durou do fim do império romano, no século V, ao Renascimento, no século XV – e apresentá-lo de forma teatral.

, , , , ,

IDENTIDADE E DIVERSIDADE: UM PROJETO BILÍNGUE DO 8º ANO

No Projeto Origem, proposto pelas professoras de francês e inglês da Escola, os alunos do 8º ano estão resgatando as suas origens, as línguas e as tradições das suas famílias. ˆEstamos buscando com isso construir uma geografia da sala em um ambiente de pluralismo, respeito à diversidade, empatia, trabalhando o conceito de multiculturalismo”, declara Raíssa Assine, professora de Francês da Escola da Ilha e da Aliança Francesa.